Estratégia de Custo Médio Como Uma Maneira Mais Segura de Investir em Ações


Neste momento a economia internacional está em queda. A questão da dívida européia está afetando o mercado de ações de forma negativa e o fato de o desemprego nos EUA e Europa estar aumentando não ajuda em nada. A recessão repentina de 2008 ainda está fresca na memória e muitos investidores do mercado de ações perderam milhões nessa crise mundial. Esse tipo de incerteza é justamente o que profere ao mercado de ações a reputação de ser volátil e arriscado. Apesar da possibilidade de conseguir um retorno alto, muitos tem medo de colocar seu suado dinheiro em algo tão imprevisível.

Então existe mesmo uma maneira mais segura de investir no mercado de ações? A resposta na verdade pode ser sim. Há várias técnicas que podem compensar os riscos dos altos e baixos do mercado de ações e uma técnica vem na forma de custo médio. Esta estratégia de investimento existe há anos e aos poucos está ganhando popularidade com muitos assessores financeiros incentivando a utilização deste método.

O que é o Custo Médio?

Em resumo, custo médio é uma técnica em que há uma compra sistemática de títulos mobiliários com uma quantia pré-determinada em intervalos também pré-determinados. Isso significa que independente da ação estar cara ou barata, o investidor continuará comprando a mesma ação, com a mesma quantia em dinheiro, em intervalos regulares como mensalmente, trimestralmente e por aí vai. Este tipo de investimento é designado para reduzir risco, pois no longo prazo o preço médio que você comprou as ações será assencialmente menor.

Como Funciona o Custo Médio?

Digamos que você tenha R$ 15.000 que quer investir na ação X. Ao invés de usar tudo de uma vez, você pode dividir em partes de R$ 1.250, por exemplo, investidos trimestralmente num total de três anos.

Digamos que o preço da ação X em Janeiro do ano 1 seja R$ 46,29 por ação, então isso significa que seus R$ 1.250 poderiam comprar 27 ações da ação X. Em Julho do mesmo ano o mercado despenca e a ação X vale agora R$ 16,66 por ação. Neste preço, a mesma quantia poderia comprar 75 ações desta mesma empresa. Como você pode perceber, quanto mais barato for o valor da ação, mais ações poderá comprar. Isso torna o preço médio das ações que você comprou muito mais baixo do que se tivesse comprado todas de uma só vez no mês de Janeiro.

Agora a pergunta é e se você simplesmente comprou todas as ações no mês de Julho quando o preço estava no menor preço possível? Embora seja perfeitamente possível comprar ações quando estão no seu menor preço, o problema reside em prever quando o preço mínimo será atingido. Nem os analistas financeiros mais maduros não conseguem prever isto. O truque em relação ao custo médio é que o investidor não irá mais ficar procurando barganhas, mas compensará os altos e baixos do mercado comprando lentamente a cada mês. A longo prazo esta técnica resultará em maiores ganhos ao investidor.

O Custo Médio é Seguro?

Embora seja impossível dizer que seu dinheiro estará neste tipo de investimento, o custo médio também irá condicionar o investidor a pensar a longo prazo. Se a economia cair, isso apenas significa que os preços baixarão, colocando na sua carteira mais ações baratas que poderão ser vendidas por um preço maior no futuro. Apesar do mercado ter seus dias ou até anos ruins, a tendência é que os preços das ações eventualmente subirão ao decorrer do tempo. Como exemplo, durante o século passado o mercado acioniário americano subiu anualmente cerca de 11% em média, de acordo com um artigo da revista Forbes.

Novamente, quando você aplica o método do custo médio, significa que poderá comprar mais ações quando os preços estiverem mais baixos e isso também reduzirá o risco de investir uma grande quantia de dinheiro no momento errado, quando os preços estão altos.

Críticas ao Custo Médio

Uma das críticas óbvias ao método do custo médio é o fato de cada transação pequena resultar em mais taxas para o investidor. Alguns vão até mais longe e afirmam que o montante das taxas ultrapassarão o possível ganho com as ações. Embora isso seja verdade, alguns investidores optarão por investir trimestralmente ou semestralmente para minimizar as taxas, ou utilizarão ferramentas livres de taxas de corretagem para executar suas ordens.

Outra crítica é também o potencial de ganho reduzido se a compra é feita quando o preço da ação está baixo. Outros diriam que seria melhor comprar de uma só vez no menor preço possível. Mas, novamente, não há como saber se os preços atingiram o piso e pode ser um processo tedioso para muitos investidores ocupados ficarem acompanhando o mercado. Se você pudesse adivinhar o mercado, seria mais rico que a média.

Conclusão

A vantagem do custo médio é a sua acessibilidade. O investidor não precisará ter uma grande quantia de dinheiro e pode investir lentamente pequenas quantias que eventualmente crescerão. Um dos pontos positivos é que isso dá ao investidor uma maneira fácil e acessível de investir regularmente, sem medo, especulação ou até o arrependimento com relação ao fato de ter ou não comprado no preço “certo”. Para aqueles que não tem o tempo ou o conhecimento financeiro para acompanhar o mercado, o método do custo médio oferece um horizonte para os investidores obterem rendimentos com a paz de saber que suas pequenas quantias irão compensar quaisquer perdas ocasionadas pela natureza volátil do mercado.

Nós utilizamos o método investindo R$ 300 por mês no mesmo fundo mútuo o ano todo. Minha esposa também compra ações individuais no decorrer do ano com cerca de R$250 por mês.


One thought on “Estratégia de Custo Médio Como Uma Maneira Mais Segura de Investir em Ações

  1. Concordo com você, embora já esteja negociando na bmf tenho ainda muitas dívidas quanto a formação de minha carteira de ações. Sou funcionário público, portanto o tripé de renda fixa estou deixando de lado, comprei cotas de fundo imobiliário, estou estudando as quais ações pretendo adquirir e sempre que sobra algum dinheiro estou enviando para a minha conta na corretora, pelo menos uma vez ao mês. também estou fazendo day trade no mercado futuro. As vezes perco um pouco mas com certeza tenho acertado cada vez mais.

    Trabalhos como os seus levam investidores iniciantes entre os quais me encontro encontrarem motivação para ir em frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *