Automatizando a Poupança em Caso de Renda Irregular


Um dos pilares das finanças pessoais é a de pagar a si mesmo primeiro lugar. E uma das mais certas maneiras de certificar-se de fazer isso é automatizar as suas poupanças. Pergunte ao seu banco de se ele permite fazer uma transferência de dinheiro de sua conta corrente para a conta de poupança automaticamente todo mês. Se não, crie o hábito de fazê-lo manualmente todo dia 25 (ou o dia que receber o salário).

Automação tem sido incrivelmente eficaz para mim. Tenho contas de poupança para impostos imobiliários, conserto de carro e outros propósitos.

No primeiro ano em que pagamos impostos imobiliários, a fatura notificação parecia ter vindo do nada – será que o prazo já tinha vencido? Felizmente tínhamos o dinheiro, em parte graças a um presente de casamento generoso enviado no mês anterior. Mas isso foi pura sorte. Se não fosse isso, teriamos que usar o nosso fundo de emergência pequeno (mas crescente). Quando pagamos impostos sobre a propriedade no ano seguinte (e posteriores), tudo que eu tinha a fazer era transferir o dinheiro da poupança para a nossa conta corrente, em seguida, pagar a conta. Nada de stress!

Automação em caso de renda incerta

Uma das desvantagens de ser autônomo, como no meu caso, é de que a renda é irregular. Renda irregular é uma realidade para a maioria dos freelancers, bem como pessoas que são pagas por comissão.

Temos despesas importantes, como o seguro de casa, impostos e contribuições de aposentadoria – tudo automatizado. Mas uma grande parte de nossa renda está indo para a poupança destinada para comprar a nossa casa. Como nunca sei exatamente o quanto vou ganhar a cada mês, achei melhor não definir um valor fixo a ser automaticamente depositado na conta poupança para isso. E se um cliente atrasasse o envio de pagamento?

Ao vez disso, eu esperava ver as contas do mês pagas e as tranferências automáticas feitas para depois transferir o restante para a conta de poupança destinada a compra da casa.

Isso funcionou bem, mas às vezes esquecua de fazer a transferência e não consiguia separar o que havia sobrado no mês passado das despesas que tivemos desde então. Além disso, gosto de ter um sistema com pagamentos automatizados, já que posso prever o quanto teremos em nossa conta em seis meses ou um ano. Isto é particularmente útil para a nossa conta de poupança para a casa, já que pretendemos comprar a casa em dinheiro sem recorrer a empréstimos. Embora não haja tentação de gastar dinheiro na nossa família, a automação torna isso  uma certeza.

Numa determinada época nossas despesas tiveram grandes mudanças. Cancelei a mensalidade da tênis e terminamos de pagar as prestações do carro.

Com essas mudanças tinhamos um adicional extra. Esse dinheiro estava amarrado a despesas mencionadas acima e mas mesmo depois de eu deixar o meu emprego um ano atrás, nós nunca tivemos um problema para pagá-los.

Percebi entao que isso é um momento perfeito para automatizar a poupança de nossa casa nova. Passei a depositar este dinheiro nao gasto todo mês para a nossa conta de poupanca da casa própria.

Um pouco animado com a idéia de automatizar a poupança da nossa casa, comecei a pensar em outras maneiras de automatizar mais de nossas economias.

Agora estou negociando com um cliente para como trabalhar numa base mais regular. Esta nova fonte de renda poderia ser canalizado para a nossa poupança automatizada da casa, uma vez que será previsível (bem, previsível na medida que uma rende de freelancer pode ser).

Eu não automatizava poupança da casa por causa da minha renda irregular mas mesmo as pessoas com salário não fixo podem automatizar boa parte das suas poupanças. Comece com dinheiro que deixou de ser gasto com a quitação de dívidas ou o cancelamento de uma assinatura que você não usa. Aumente o valor ainda mais se você tem renda extra regular (acima do que você precisa para pagar as contas). Isso pode ser resultado de um segundo emprego, um negócio extra ou rendimento de horas extras que você faz regularment.

Finalmente, lembre-se que mesmo pequenas quantidades se acumulam ao longo do tempo. Costumo ignorar isso as vezes já que alguns reais parecem não fazer diferença. Mas ao cancelarmos a assinatura do Netflix, algo que venho considerando baseado no pouco uso que fazemos dela, pretendemos adicionar o valor da mensalidade à poupança para a compra da casa.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *