Razões Pelas Quais Você Não Deve se Casar por Dinheiro


Nós todos sabemos do batido cenário clichê que é retratado tantas vezes em filmes de Hollywood: a mulher caçadora que vai procurar um homem rico para se casar, suga todo o centavo possível e se move rapidamente para sua próxima vítima.

Se você estiver pensando em um casamento de conveniência, é improvável que você está planejando ir tão longe. Presumivelmente, tudo que você quer é um pouco de segurança e uma vida que é livre de estresse e dificuldades. Talvez você tenha tido uma infância difícil e teve que lutar por cada pedaço de comida no seu prato.  Talvez você tinha um negócio que faliu ou talvez você esteja apenas desiludida com o conto de fadas do Príncipe Encantado que lhe foi empurrado goela abaixo desde que você era criaça.

Quaisquer que sejam suas razões, você deve saber que os casamentos baseados somente em dinheiro têm algumas armadilhas. Antes de tomar uma decisão baseada em visões de diamantes cintilantes, brilhantes jantares, iates e fantasia, estamos aqui para lhe dizer por que se casar com um homem por dinheiro pode não ser a melhor ideia ainda.

Mulheres precisam de ambições

Independente de você ser feminista ou não, você terá que concordar que o desejo de fisgar um homem rico dificilmente se qualifica como uma ambição. Não ter um objetivo pelo qual se deseja lutar vai deixar você insatisfeita a longo prazo.

Quando jovens,  temos grandes sonhos e ambições, mas conforme os anos se arrastam e nos deparamos com problemas como dívida e fracasso, temos a tendência de sacrificar os nossos sonhos pela segurança. No entanto, a segurança nunca será capaz de substituir o seu desejo como um ser humano de realizar algo na vida. Antes de negociar suas ambições pela segurança, faça uma boa análise em si mesma e veja o quanto está disposta a se sacrificar para ter esse estilo de vida confortável.

Dinheiro não é felicidade

Sim, é o velho clichê de que o dinheiro não pode comprar o amor, mas neste caso, não estamos necessariamente falando de amor. Da mesma forma que você não deve apressar-se em um casamento só porque você está apaixonada, você deve também nunca se casar só porque há dinheiro envolvido. Não importa quão atraente aquela grande casa possa parecer, neste momento, é preciso considerar o futuro.

É este realmente o homem que você deseja compartilhar o resto de sua vida? Seus valores e ambições coincidem? Será que ele quer ter filhos? Você quer ter filhos? Essas perguntas se aplicam tanto aos casamentos por amor quanto aos casamentos por dinheiro. O amor é cego, muitas vezes, mas o dinheiro pode ser mais cego – e se o dinheiro é a sua única motivação para o casamento, então você provavelmente não será muito feliz.

Dependência afeta a auto-estima

Planejar sua vida inteiramente em torno da vida e carreira de alguém fará com que sua auto-estima caia. Você pode não sentir desse jeito agora, mas espere até que você tenha vivido confortavelmente do salário de alguém durante alguns anos e veja se isso não faz você se sentir um pouco incomodada.

Faltará romance em seu casamento

Um homem que sabe que você casou com ele por dinheiro não se sentirá incentivado a enviar flores a você constantemente, a fazer passeios ao luar ou simplesmente ter tempo para ouvir sobre o seu dia. Ele não tem motivação para impressioná-la, porque ele sabe que você não vai a lugar nenhum. Se uma vida de romance é uma alta prioridade para seu casamento, não se case por dinheiro.

Um maior risco de infidelidade

Pesquisas mostram também que os homens ricos são mais propensos a serem infiéis em seu casamento do que os homens com rendimentos mais baixos. Os cientistas acham que a razão para isso é que os homens ricos tendem a se sentir no direito de enganar devido ao fato de que eles ganharam o seu sucesso. Isso pode não acontecer com você, mas esteja ciente de que casar por dinheiro coloca você em maior risco.

As pessoas ricas são rudes

Por mais absurdo que possa parecer esta afirmação, uma pesquisa mostrou que quanto mais rico alguém é, mais rude ela será. Cientistas, estudaram a linguagem corporal de 100 estudantes de graduação, enquanto eles estavam engajados em conversas, descobriu que aqueles com boas origens sócio-econômicas eram muito mais propensos a ser rudes durante lacunas na conversa. Aqueles provenientes de famílias de baixa renda fizeram mais esforço para estarem envolvidos, fazendo contato com os olhos, levantando as sobrancelhas ou rindo, enquanto que aqueles de famílias mais ricas se incomodaram ou começaram a resmungar.

O professor que liderou o estudo comentou: “os homens com menos dinheiro se esforçam mais socialmente porque fazer conexões é uma habilidade de sobrevivência e homens ricos podem subconscientemente acreditar que não precisam dela”.

O dinheiro pode não durar para sempre

Por último, mas não menos importante, você deve considerar o fato de que nada dura para sempre. As pessoas podem tomar decisões erradas, perdem os seus empregos ou vão à falência e então o que você tem? Isto pode parecer fatalista, mas basear toda a sua vida em algo que poderia ir embora dentro de uma fração de segundos é arriscado, para dizer o mínimo.

No final das contas, a vida é sua e você precisa fazer aquilo você acha que vai fazê-la feliz. Mas não caia na mentalidade antiga que diz que você precisa casar bem, a fim de ser feliz. Se você estiver insatisfeita com sua carreira ou vida amorosa, você é a única pessoa que pode mudar isso. Claro, casar-se por dinheiro vai lhe dar segurança financeira, mas será que realmente vai fazer você mais feliz no longo prazo? Altamente improvável.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *