Durante a atual recessão, você pode sentir que está carregando mais dívidas do que está geralmente acostumado. Compilei aqui uma série de dicas para eliminar dívidas que devem ajudá-lo.

1. Obtenha um segundo emprego ou bico. Provavelmente você nunca iria esperar encontrar esse tipo de dica num artigo como este, mas pare e pense sobre isso por um minuto. A maneira mais fácil de ganhar dinheiro é obter outro emprego. Se você tem horas disponíveis durante o dia, então por que não usá-las produtivamente?

2. Pague primeiro as dívidas com taxa de juros alta. Dívidas com alta taxa de juro (como cartões de crédito) vão te custar caro ao longo prazo devido à alta taxas de juro. Faça uma lista de todos os seus pagamentos da dívida de acordo com a taxa de juro. Comece pagando o máximo que puder para os de altos juros e o mínimo para o resto. Depois de eliminar um, mova-se para o próximo e continue o processo.

3. Limite o número de cartões de crédito para 2. Faça um favor a você mesmo e limite a quantidade de cartões de crédito que possui. Menor o número de cartões de crédito, menor a probabilidade de fazer uma compra que não será capaz de pagar.

4. Consolidação de dívidas. Em vez de pagar 5 ou 6 empréstimos separadamente, vá falar com o seu banco se é possível fazer um empréstimo-consolidação . Muitas vezes as taxas de juros da consolidação empréstimo são inferiores a taxas de juros que você está pagando em outros empréstimos. Desta forma, você vai economizar dinheiro, pagando menos juros e também com a conveniência de fazer um pagamento em vez de 5.

5. Zere o saldo mensal em cartões de crédito. Pense em cartões de crédito apenas como conveniência … e não como empréstimo. Quando usar o cartão, reserve o mesmo dinheiro na sua conta bancária. Com essa filosofia, você não pagará juros e ainda assim obterá todos as vantagens, pontos e bônus que o seu cartão de crédito oferece.