6

O Que é Uma Recessão Econômica?


Todo mundo sabe o quão difícil pode ser uma recessão. Mas nem todo mundo sabe o que uma recessão realmente é. Uma definição popular de recessão é quando seu vizinho perde o emprego. Depressão é quando você perde o seu. Isso é um bom ponto de partida, mas vamos detalhar um pouco esta definição.

Uma recessão é basicamente a parte mais dolorosa do ciclo de negócios. As coisas ficam devagar. As fábricas produzem menos. Desemprego sobe. As pessoas (e às vezes os governos) gastam menos. As fábricas ficam ociosas. Os lucros nos negócios entram em queda e os preços das ações também. Mais pessoas declaram falência.

O que provoca uma recessão?

Geralmente, as recessões começam por três razões:

1. Gastos

Quando as pessoas gastam menos dinheiro, há menos demanda para os produtos. Uma vez que há menos demanda, há queda de produção. Donos de fábricas não querem fabricar se ninguém vai comprar. Quando a produção cai, o mesmo acontece com o emprego. Isso porque os empregadores não precisam de trabalhadores nas fábricas. Este é um ciclo vicioso que se repete, criando desemprego cada vez maior, resultando em que as pessoas tenham cada vez menos dinheiro para gastar. Em última análise, isso significa que as fábricas produzem cada vez menos, o que significa que eles contratam cada vez menos pessoas e assim por diante.

2. Oferta

Se uma grande quantidade de oferta sai do mercado devido a alguma catástrofe feita pelo homem ou natural (como o terremoto no Japão em 2011), isso interrompe o processo de produção. As pessoas não podem gastar dinheiro se nada está disponível para compra. Como resultado, as empresas têm menores vendas e lucros mais baixos. Se a cadeia de abastecimento é interrompida por qualquer período de tempo, os empregadores vão despedir os trabalhadores e todo esse processo força uma desaceleração de negócios e uma recessão.

3. Estouro de Bolha

Se os preços dos ativos sobem rapidamente (ações, imóveis ou qualquer outro ativo), em algum momento eles sobem além do alcance dos consumidores. Em algum ponto os fornecedores ficam numa situação onde tem estoque mas sem ninguém para vender seus produtos. Quando isso acontece, os fornecedores ficam desesperados. A última coisa que querem é criar mais de estoque que não tem como escoar. Como resultado, despedem trabalhadores que depois não têm dinheiro e, portanto, consomem menos. Novamente, isto dá início à uma desaceleração que pode facilmente se tornar uma recessão.

Por que o governo intervém quando temos uma recessão?

O governo tem interesse em terminar com as recessões o mais rapidamente possível. Eles querem que ver o povo feliz porque povo feliz vota no governo. E, normalmente, as pessoas desempregadas não estão muito felizes.

O que geralmente é feito para combater uma recessão?

O governo quer as pessoas de volta ao trabalho. Eles tentam empregar gente através de várias maneiras. A primeira ferramenta que eles têm é aumentar a oferta de dinheiro – basta imprimir dinheiro. Quando eles fazem isso, há queda das taxas de juros. Isso porque há uma enxurrada de dinheiro disponível e bancos querem emprestar esse dinheiro o mais rapidamente possível. Como as taxas em queda, é (teoricamente) mais fácil para as empresas de obter empréstimos. Como resultado, as empresas investem mais em seus negócios e isso gera empregos.

Outra ferramenta que o governo usa é gastar dinheiro. Que, teoricamente, acaba nas mãos de consumidores que irão gastá-lo, o que cria postos de trabalho também. O problema é que esse dinheiro tem de ser pago de volta em algum ponto. Como resultado, esta é apenas um truque com efeito a curto prazo e está mais para um curativo do tipo Band Aid do que uma solução real.

A última cartada do governo é reduzir impostos. Isso também coloca mais dinheiro nas mãos dos consumidores para gastar e estimular a economia.

Em suma, para sair de uma recessão, o governo tenta estimular a demanda.  Se não fizer nada, no final nós nos livrarmos da recessão de qualquer maneira. Isso faz parte do ciclo de negócios também. Nós saímos da recessão, sem a intervenção do governo uma vez que a demanda começa a aparecer de novo. É uma questão em aberto se a ação do governo ajuda ou não. Mas isso é uma outra estória.

Como sabemos quando estamos em uma recessão?

Existem algumas diferentes definições oficiais. É geralmente aceito pelos economistas que estamos em uma recessão se o PIB declina por dois trimestres consecutivos. O único problema é que esses dados são reportados bem após o fato. Em muitos casos, estamos no nosso caminho para sair da recessão no momento em que percebemos que estamos em uma. Por exemplo, nos EUA, as pessoas realmente tomaram conhecimento das difíceis condições econômicas em meados de 2008, mas a recessão teve início em dezembro de 2007. E, enquanto muitas pessoas podem ainda achar que estão em uma recessão, esta terminou oficialmente em Junho de 2009.

Os investidores perdem dinheiro durante a recessão ?

Sim e não. Normalmente, o mercado de ações anteve uma recessão até 13 meses antes de realmente acontecer. Segundo estatísticas, uma recessão dura em média cerca de seis meses.

Por isso é importante?

É importante para você entender o que é uma recessão por alguns motivos.

Primeiro, como você pode notar a partir da discussão acima sobre as razões, elas são inevitáveis mas não são letais. Eles passam. Os investidores frequentemente projetam no futuro o que vem agora. Eles têm certeza de que, se estamos em recessão agora, ela nunca vai acabar. Da mesma forma, quando a economia está forte e o mercado está em alta, os investidores tem certeza de que esses tempos vão continuar para sempre assim. Nenhum dos dois cenários está correto.

A segunda razão por que esta discussão é importante é para ilustrar que claramente não pode se prever quando vamos entrar no nosso próxima recessão ou quando vamos sair dela.  É simplesmente impossível prever essas coisas. Se você é um investidor do tipo compra-e-segura, você estará ignorando recessões quando se trata de seus investimentos.

Se investir estrategicamente, você pode ignorar as recessões – mas não o mercado. Como o mercado muitas vezes antecipa recessões, por que não segui-lo ao em vez de tentar prever as recessões futuras?  Há uma variedade de estratégias de mercado que fazem exatamente isso.


Clique aqui p/ deixar um comentário 6 comentários