Crie Fonte de Renda ou um Pequeno Negócio a Partir do Seu Passatempo


Que hobbies você tem que poderiam ser tranformados em negócio? O que você gosta de fazer no seu tempo livre? Tem um passatempo?

Se sim, provavelmente seu passatempo custa dinheiro ao invés de render dinheiro.

Mas não tem que ser desse jeito necessariamente.

Se tiver um hobby e um pouco de criatividade, você pode se surpreender ao saber que pode ganhar dinheiro com algo que faz para se divertir.

Muitos procuram maneiras de fazer um hobby se pagar a si mesmo. Essa renda extra ajuda a justificar o seu hobby a si mesmo e sua situação financeira. Em alguns casos, é possível transformar o hobby em um negócio particular durante as horas livres que ajuda no orçamento da família. Ou mesmo em um negócio completo.

A Internet tornou possível trabalhar em casa, possibilitando transformar seu hobby em um gerador de dinheiro que você pode gerenciar como um negócio em casa.

De passatempo para negócio pequeno

O primeiro passo é ver como você pode ganhar algum dinheiro com seu passatempo. Você gosta de fazê-lo e faria de qualquer maneira. Por isso considere como os outros poderiam vê-lo.

Poderia ser visto como uma habilidade que os outros pagam para aprender? Você consegue fazer algo que outras pessoas queiram comprar?

Se você gosta de pesca com mosca e faz suas próprias moscas, você poderia ganhar uns trocados vendendo para outros entusiastas. Se você mora perto de uma área turística, pense em se tornar um guia. Um conhecido meu ganhou dinheiro como guia de rio durante anos, subsidiando o seu amor por pesca.

Minha cunhada ama croche. Ela produzia peças para em seguida vender na Internet. Mas um dia notou que as pessoas estavam comprando moldes de croche por valores maiores. Agora ela tem um fluxo de renda regular (se bem que modesto) vendendo seus próprios moldes originais.

Conheço gente que montou um pequeno negócio ensinando origami.

Se gosta de cozinhar, você poderia vender seus serviços como chef ou ajudar outros a aprender a preparar refeições com antecedência e congelá-los para refeições rápidas e saudáveis. Conheço gente que presta serviços de consultoria para quem quer começar a cultivar jardins.

Há uma série de oportunidades para escritores freelances, programadores, desenvolvedores de aplicativos, designers gráficos e outros que gostam de se movimentar em torno de seu tempo livre.

Os amantes da fotografia podem tirar fotos e ganhar royalties, oferecendo seu trabalho em sites de imagens ou cobrando sessões de fotos. Mesmo scrapbooking pode ser um ótimo passatempo para ganhar dinheiro. Não faço scrapbook, mas se quizesse um, sei de alguém que poderia criar um para mim usando minhas fotos e por um preço razoável.

De passatempo a negócio

Com um pouco de criatividade, é possível imaginar como seu hobby pode ser monetizado. Claro, essa é a parte fácil. Uma vez definido o que fazer e como isso vai render dinheiro, vem a parte difícil: vender.

Fazendo marketing de seus serviços para pequenas empresas

Agora você precisa ter um plano de marketing. Minha cunhada decidiu tentar monetizar quando ela percebeu que tinha uma pilha de peças de crochê – e nenhum lugar para guardá-los. Começou a vendê-los na Internet para, em seguida, começar a cricar seus próprios moldes.

No entanto, nem todo passatempo tem um mercado em que você possa vender seus produtos. Torna-se especialmente difícil se você estiver vendendo serviços ao invés de mercadoria real. No entanto, você tem as opções:

  • Boca a boca: Faça as pessoas saberem que você está oferecendo seus serviços. Modere e não encha o saco das pessoas com sua tentativa de rentabilizar o seu hobby; você pode mencioná-lo casualmente numa conversa. Se sua amiga fica lamentando que não consegue encontrar um fotógrafo de casamento a preços razoáveis, diga a ela que você tem um negócio e você poderia fazer por um preço razoável. Às vezes, deixar sua rede de contatos saber é o suficiente; eles podem mencionar você a amigos que podem se beneficiar de seus serviços.
  • Mídias sociais: Isto está fortemente relacionado com divulgação boca a boca. Você pode adicionar a sua habilidade ou serviços em seu perfil de mídia social. Crie uma página no Facebook para isso. Se for o caso, poste fotos de suas criações seja ele uma escultura em madeira, um jantar ou um vídeo que você criou para o casamento do seu amigo.
  • Blog: Crie um sobre seu passatempo. Uma maneira de chamar a atenção para suas habilidades e capacidades é começar um blog. Se você está vendendo moscas artificiais ou oferecendo seus serviços como guia de pesca com mosca, escreva artigos sobre técnicas, as últimas notícias no esporte pesca com mosca ou alguns outros posts úteis relacionados ao tema. Faça seu blog relevante e interessante. Com isso você terá o potencial de atrair mais pessoas.
  • Publicidade local: Você pode também estar envolvido na publicidade local. Se permitirem, pregue seu folheto de propaganda em quadros de aviso. Se decidir dar aulas de música, visite as lojas de música na cidade. Muitos deles tem um quadro de avisos para professores que querem fazer propaganda de suas aulas. Alguns jornais locais oferecem pacotes de publicidade com desconto, incluindo a capacidade para fazer propaganda de seus serviços online. Procure maneiras de se envolver com a comunidade através feiras de arte e outros eventos.

Seja realista

Se pretende pedir a conta da firma para viver exclusivamente do seu passatempo como negócio, seja realista.

Iniciar qualquer tipo de empreendimento leva tempo e esforço. Você provavelmente terá que trabalhar duro durante meses – provavelmente anos – para encontrar sucesso.

A dura realidade é que para a maioria das pessoas, monetizar um passatempo irá apenas fornecer fundos para compensar alguns dos custos envolvidos. Um negócio bem sucedido requer um investimento substancial de tempo, dinheiro e uma grande dose de esforço. Você não pode esperar estar rico depois de alguns meses.

Não perca a paixão

Equilíbrio entre paixão e dinheiro é importante. Embora possa ser divertido ganhar dinheiro com hobby, você não deve acabar “preso”, perdendo sua paixão. Se transformar seu hobby em um negócio pleno que irá te pressionar a ponto de você não gostar mais, talvez seja melhor reduzir o tamanho do negócio para que você possa cobrir os custos de seu hobby.

Não há nenhuma razão para transformar seu hobby em negócio se você não é capaz de manter a paixão e prazer proveniente de seu passatempo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *