Não se Esqueça do Futuro Quando Estiver Indo Bem Financeiramente


Li recentemente um artigo interessante sobre um homem que trabalhava numa fábrica e havia perdido seu emprego dado à recessão. Decidiu mudar-se para outra cidade e começou num ramo totalmente diferente e novo. Ele não tem medo de trabalhar duro e tira proveito de todas as horas extras disponíveis. Está ganhando bem hoje. “De onde eu venho, as únicas pessoas que ganham esta quantidade de dinheiro são médicos ou advogados. E eu não tenho sequer um diploma”. Ao trabalhar duro agora, ele tem o potencial de mudar sua vida para sempre. Seu plano é simplesmente “fazer a maior quantidade de dinheiro possível no mais curto espaço de tempo possível”.

Como tudo na vida, ninguém sabe por quanto tempo a empresa dele continuará a pagar bem e ter horas extras. Mas o plano dele é inteligente. Trabalhar duro agora enquanto a oportunidade está disponível. Fiquei pensando o que ele poderia fazer com este salário por cinco ou dez anos: poupar para a aposentadoria, dar entrada numa casa. As possibilidades são infinitas se ele mantiver as despesas baixas. Assim, não pude deixar de ficar decepcionado quando li adiante. Ele afirma orgulhosamente: “Sou capaz de comprar tudo o que minha filha sempre quis: brinquedos, roupas”. E tem mais: “Antes, eu tinha um carro usado velho. Agora sou capaz de comprar um Mercedes novo”. Ele parece ser uma daquelas pessoas que ganham na loteria para ir à falência em poucos anos.

Consultor financeiro profissional perde sua casa

Isto ocorreu nos EUA. Um planejador financeiro chamado Carl Richards comprou uma casa que custava mais do que ele poderia pagar confortavelmente. Tomou emprestado tendo a casa como colateral a medida que o valor da casa cresceu e acabou devendo 200.000 dólares a mais do que a casa valia. Ele parou de pagar a hipoteca e vendeu a casa abaixo do valor da hipoteca. Quando entrevistado e perguntado como um planejador financeiro profissional poderia entrar num dessas, ele explicou: “O valor da casa estava crescendo dramaticamente, minha renda estava crescendo dramaticamente também e todos nós temos essa tendência de basear o futuro num passado recente. Certo? Não tivemos problemas ao projetar para o futuro. O próximo erro foi não perceber que as coisas mudam”.

Que explicação. Ele projetou o seu sucesso de hoje para o futuro e quando fez isso, não teve problemas. Não fez um plano de contingência, não achava que as coisas poderiam mudar, mas elas mudaram e mudaram rapidamente. Esta é a natureza humana. Assumem que as coisas vão continuar a correr bem, o que explica em parte por que era tão fácil para o homem que mudou de cidade comprar uma Mercedes Benz. Mesmo que ele não saiba até quando ele vai continuar ganhando bem, antecipa que vai viver assim por um bom tempo, mesmo que ele pudesse se machucar amanhã quando então o dinheiro iria parar de entrar.

Ainda poupando apesar do salário ter triplicado

Recentemente, tive o prazer de visitar um blog onde a autora deixou um emprego para trabalhar para si mesma como uma blogueira. Ela foi bem sucedida desde o início e ganhava pelo menos tanto quanto ganhava em seu antigo emprego, mas foi só nos últimos meses que o seu negócio disparou. Ela é agora ganha três vezes mais e está pensado em fazer seu marido deixar o seu emprego como bibliotecário de escola para ajudá-la no negócio.

Li a última parte com com alguma apreensão. Afinal de contas, blogs pode ser muito lucrativo para ela agora, mas pode não ser sempre assim. O mundo de blog ainda é muito jovem, quem sabe como as coisas vão mudar em três ou cinco anos? Tendo o marido larga o emprego é um grande salto de fé.

No entanto, ao contrário dos outros na mesma situação, ela cuidadosamente estabelece as bases para um futuro ainda mais seguro. Ela está no caminho certo para pagar sua casa até o final de 2012, ou o mais tardar, 2013. Ela não tem nem 30 anos ainda e sua casa estará paga. Tem poupando para a aposentadoria e ela também tem um fundo de emergência de grande porte. Poderia ser fácil gastar livremente agora mas escolheu não fazer isso. Claro, ela pode gastar um pouco para um bom jantar e pode comprar roupas mais caras mas ela não está sendo imprudente.

Mesmo que o marido largar o emprego, acredito que eles estarão bem. Se continuarem a planejar financeiramente bem como até então, ambos podem ser capazes de se aposentar quanto tiverem 40 anos. E se esse fluxo de renda secar? Eles terão uma casa paga para morar, um fundo de aposentadoria generoso e um fundo de emergência robusto. Em suma, ao contrário dos nossos outros dois exemplos acima, eles estarão em uma posição muito melhor do que estavam antes de sua renda ter salto.

Como você se comporta em períodos de crescimento financeiro?

Quando nos encontramos em uma boa posição financeira, gostamos de acreditar que as nossas finanças vão ser assim para sempre. No entanto, a natureza da vida é cíclica. Há tempos em que ela aponta para baixo. Embora seja tentador não planejar mais cuidadosamente para o futuro quando as coisas estão indo bem, em última instância, é do nosso proprio interesse planejar. Qual dos dois exemplos acima você prefere seguir? O planejador financeiro ou a blogueira?


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *