Pedindo Dinheiro Emprestado aos Pais


Pedir dinheiro emprestando dos pais não é uma coisa rara. Todos nós fazemos isso em algum momento, especialmente durante a adolescência mas esta prática tem se tornado cada vez mais comum entre adultos jovens a medida que se torna difícil obter empréstimos de bancos.

Em vez de enfrentar o estresse e a incerteza de se sentar em frente à mesa de um banco, mais adultos estão indo pedir dinheiro para os pais. Não estamos falando de dinheiro para cobrir o pagamento da conta de luz s uma vez só. Emprestar dinheiro dos pais pode funcionar bem para ambos os lados. A geração mais velha pode ganhar juros modestos enquanto a mais jovem pode evitar os juros exagerados e problemas de qualificação.

Empréstimos familiares podem desencadear uma série de eventos que podem beneficiar toda a família. Podem ajudar os filhos a começarem pequenos negócios, ajudá-los a investir em educação ou uma carteira de títulos e até mesmo ajudá-los a comprar casas. Isso pode beneficiar os pais porque eles podem ter a tranqüilidade de que seus filhos estão seguros em uma nova casa ou negócios sem a preocupação de estar amarrados a pagamentos de empréstimos. Claro, há também riscos envolvidos e qualque empréstimo concedidos aos filhos pelos pais devem ser tratados como compromissos juridicamente válidos.

Um risco potencial é o relacionamento familiar. Se uma das partes não cumpre a sua parte, intrigas emocionais e sentimentos de traição podem vir à tona. É por isso que é vital que as famílias elaborem os seus próprios contratos de empréstimo e condições e, se necessário, que sejam autenticadas e revistas por um advogado. Há também o risco de que os pais tenham outras expectativas a serem cumpridas pelos filhos a fim de receber o fundo. Pais que querem ajudar seus filhos a comprarem uma casa podem obrigá-los a escolher uma casa que gostem ao invés de ter permitir que seus filhos escolham algo do gosto deles. O mesmo poderia acontecer com empresa de pequeno porte. Isso pode criar tensão na família e pode resultar em ressentimento.

Mas se não houver problemas os lucros que normalmente iriam para os bancos são mantidos na família.

Os jovens adultos devem pensar nas opções disponíveis com cuidado e perguntar se eles realmente querem ficar em dívida com seus pais. Verifique as informações de empréstimo em bancos e reflita cuidadosamente para determinar se isto é realmente o caminho para você.


Clique aqui p/ deixar um comentário 0 comentários