O Investidor Jovem Deve Ser Conservador Com Seu Dinheiro


Quando jovens começam a investir dinheiro, é comum cometer alguns erros ao longo do caminho. Comecei a investir em fundos mútuos quando tinha 19 anos, principalmente porque eram fácil de ser operados. Olhando para o passado, acho que cometi um monte de erros bastante comuns a jovens investidores.

Em algumas corretoras, cada novo investidor é convidado a preencher um perfil de tolerância ao risco para descobrir que tipo de fundo mútuo ele devem escolher. Jovens têm o maior horizonte de tempo e são tipicamente mais agressivos com os seus investimentos de maneira que eles acabam direcionados para fundos mútuos de crescimento caros.

Foi assim que comecei a investir. Se pudesse voltar no tempo teria investido em fundos mútuos de baixo custo (ETFs não estavam disponíveis naquela época) em vez de fundos de crescimento caros. Mas quando falo com jovens que estão começando a investir, digo para esquecer de procurar por produtos de investimento perfeitos. A um investidor jovem o que mais importa é a taxa de poupança. Seja conservador com seu dinheiro e preserve o seu capital antes de cometer muitos erros.

Começando a investir

Muitos investidores novos se concentram em coisas erradas quando se trata de investir. Ao invés de se preocupar sobre onde encontrar os mais altos retornos ou como diminuir seus custos de investimento, os jovens deveriam se concentrar apenas em sua taxa de poupança enquanto eles descobrir seus objetivos a curto prazo. Por taxa de poupança quero dizer que devem poupar o mais que puderem de seu salário ou renda

Depois de guardar bastante dinheiro e ter todas as outras obrigações financeiras cumpridas então é hora de começar a procurar retornos mais elevados com fundos de índices, ETFs ou ações individuais. Os seus custos de investimento também serão menores se você tem uma capital maior para trabalhar.

No meu caso, vi um monte de gráficos me dizendo para começar a poupar para a aposentadoria agora para que pudesse colocar o poder dos juros compostos para trabalhar para mim. Se começasse a economizar R$ 300 por mês aos 19 anos, seria um milionário aos 60. Eu estava perseguindo juros mais elevados em vez de se concentrar em aumentar a minha taxa de poupança e construir meu capital.

É melhor ser conservador

O problema com perfis de tolerância ao risco é que eles naturalmente instigam jovens para investimentos agressivos. Eu tinha uma taxa de poupança boa mas estava investindo em produtos errados e não tinha um plano de investimento.

Eu estava investindo em fundos mútuos de crescimento caros. Alguns anos mais tarde, quando precisei de dinheiro acabei fechando a conta e incorri em grandes penalidades para resgates antecipados.

Teria me dado melhor se tivesse posto o dinheiro em uma conta poupança. Teria muitas opções para usar esse dinheiro como pagar dívidas, dar entrada em uma casa ou começar a investir.

Agora que estou mais velho e tenho um plano financeiro para o futuro, estou muito mais agressivo com os meus investimentos. Procuro por os retornos de investimento mais elevados e menores custos de investimento. Mas para jovens que estão começando a investir, acho que é melhor ser conservador até que se tenha uma quantidade significativa de dinheiro guardada e obrigações financeiras de curto prazo em dia.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *